quarta-feira, 20 de maio de 2015

Senador quer prioridade no atendimento de pacientes de doenças do coração.

“Se um problema como este não tiver prioridade, o que é que merece ser prioridade nesse país?”. A indagação foi feita pelo senador Garibaldi Alves Filho durante audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa que debateu o iminente risco de colapso no atendimento cirúrgico a pacientes de doenças cardiovasculares. Ele defendeu a realização de uma reunião técnica com a participação do Ministério da Saúde, para que possam ser antecipadas providências que resolvam os problemas que atingem, sobretudo, as crianças cardiopatas.

Janaína Souto, representante da ONG Associação de Assistência à Criança Cardiopata Pequenos Corações, apresentou alguns números de parte do problema.
“São 28 mil que nascem, dos quais 23 mil precisam de cirurgia e 80% destes não recebem tratamento. São mais de 4 mil que precisam de cateterismo por ano, e nem 800 conseguem. Enquanto o Ministério da Saúde fala em projetos e déficit histórico, nós, mães, estamos pagando com os nossos filhos que estão sendo sepultados”, declarou emocionada.

A filha de Janaína, Larissa, nasceu com uma cardiopatia congênita. Hoje com 13 anos, ela já fez três cirurgias cardíacas. Sobrevive com metade do coração. “Se ela passar mal em Brasília, não tenho para onde levar, porque os irrisórios dez leitos não suprem a demanda da sociedade”, testemunhou. A mãe falou que o Distrito Federal atende também Minas Gerais, Tocantins e o Acre. Em São Paulo também há superlotação e Pernambuco está rejeitando as crianças pacientes de Alagoas, por falta de estrutura.


Antes da intervenção de Janaína Souto, Garibaldi Filho alertou que a população tem o direito de cobrar e as autoridades têm obrigação de resolver o problema. “Precisamos fazer alguma coisa. Quem tem perguntas a fazer é o cidadão que tem o seu filho e lhe é negado o direito de conseguir para este filho uma UTI neonatal”, afirmou o senador. [por assessoria de imprensa]


--
Postado por AssessoRN - Jornalista Bosco Araújo no AssessoRN.com em 5/19/2015 06:27:00 PM

Nenhum comentário:

Postar um comentário