segunda-feira, 22 de junho de 2015

Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte | Assessoria de Imprensa
22.06.2015

Deputados estaduais lamentam morte de Agnelo Alves

Crédito da foto: Assessoria de Comunicação

Os deputados estaduais do Rio Grande do Norte lamentaram nesta segunda-feira (22) o falecimento do parlamentar Agnelo Alves, ocorrido no domingo (21). Eles prestaram solidariedade à família e enalteceram a história do político e colega de Legislativo.

Ezequiel Ferreira de Souza (PMDB) – presidente
“É com grande pesar que lamento a morte do deputado estadual e colega de legislativo Agnelo Alves, um homem de grande espírito público que prestou grandes serviços ao Rio Grande do Norte. Jornalista, desde cedo lutou pela democracia no Brasil, pela liberdade de imprensa, pelos direitos fundamentais do cidadão, essência que o fez senador da república, prefeito de Natal e Parnamirim e deputado estadual”.

Albert Dickson (PROS)
“Meus sentimentos pelo falecimento do nobre amigo Agnelo Alves. Homem de inteligência superior e de amizade sincera. Que Deus conforte a família e o Rio Grande do Norte por essa perda”.

Álvaro Dias (PMDB)
"A morte de Agnelo Alves deixa uma lacuna enorme na política do Rio Grande do Norte. A população potiguar está de luto, especialmente o povo de Natal e Parnamirim. Todos nós vamos sentir a sua falta. Apesar de estarmos em partidos distintos, nós tivemos uma convivência cordial e fraterna. Ele tinha firmes convicções e respeitava o contraditório. Era um democrata e fez parte da história do nosso estado. O RN está de luto”.

Carlos Augusto Maia (PTdoB) 
"É com tristeza que recebemos a notícia do falecimento do deputado Agnelo Alves, exemplo de honra e amor por Parnamirim e de luta pela vida, que ficará, para sempre, em nossas memórias e em nossos corações. Seu legado como um dos maiores ícones da política do RN permanecerá. Nossos sentimentos a seus familiares e amigos. Que ele seja acolhido pelo amor divino”.

Cristiane Dantas (PCdoB)
"Agnelo foi um dos ícones do jornalismo e da política potiguar. Sua sabedoria, simplicidade e cavalheirismo serão eternos em nossas lembranças. Desejo força e paz à sua família neste momento de dor”.

Dison Lisboa (PSD)
“Agnelo foi um grande político, uma pessoa admirável, um homem de bem, que tivemos a oportunidade de conviver de perto na Assembleia Legislativa. A política do Rio Grande do Norte perde um dos seus maiores representantes. Minhas condolências aos familiares, amigos e admiradores”.

Fernando Mineiro (PT)
“A Assembleia perde um parlamentar experiente na vida política, que sempre se posicionou frente às grandes demandas do Estado e foi protagonista da história política do Rio Grande do Norte por mais de meio século”.

Galeno Torquato (PSD)
"Um homem sensível às causas sociais e à democracia. Do nosso convívio na Assembleia, fica o aprendizado. Em nosso meio, fica o exemplo de vida de um jornalista observador, um homem que lutava pela melhoria de vida da população e que fez história em Natal, Parnamirim e no Rio Grande do Norte. Que Deus conforte a família enlutada nesse momento tão difícil e de profunda dor".

George Soares (PR)
Nesse curto período que convivi com o líder Agnelo Alves na Assembleia Legislativa, pude presenciar sua força de viver e o grande homem público que é. Deixa um legado na vida pública. Um amigo, líder e professor da vida e da política. Deus conforte a família”.

Getúlio Rêgo (DEM)
“Homem inteligente, competente, portador de uma sagacidade na interpretação dos fatos políticos, econômicos e sociais, e um administrador que demonstrou muita eficiência na condução dos destinos de Parnamirim. Amigo fraterno, Agnelo sempre nos estimulou a fazer do exercício da vida pública um instrumento permanente da valorização do povo. Deixa uma grande lacuna e um grande exemplo a ser seguido”.

Gustavo Carvalho (PROS)
“A morte de Agnelo Alves é uma grande perda para o Rio Grande do Norte. Homem inteligente, político hábil, uma voz sempre a ser ouvida na Assembleia, com seu olhar atento de jornalista experiente. Agnelo lutou a vida inteira contra doenças e tinha um amor enorme à vida, com um extraordinário senso de humor. À sua família, meus sentimentos. À dona Celina, meu pesar com o reconhecimento pelo carinho e atenção que sempre me dedicou”.

Gustavo Fernandes (PMDB)
"Agnelo Alves foi um grande homem. Se destacou na política e no jornalismo como poucos. Entra para a história do Rio Grande do Norte como uma das figuras de maior destaque do nosso Estado".

Hermano Morais (PMDB)
“Sempre fui um grande admirador da sagacidade de Agnelo Alves. Possuía uma visão ampliada dos fatos políticos, área em que se posicionava muito bem. A sua capacidade política e dedicação chamava a atenção de todos, transmitindo o seu conhecimento e a sua experiência àqueles que o cercavam”.

Jacó Jácome (PMN)
"Como conhecedor da história do deputado Agnelo Alves, admiro-o pela sua luta e batalha na política e em busca da vida. E como colega, aprendi a observar seus passos, pois quando falava, suas palavras exalavam experiência e sabedoria”.

José Adécio (DEM)
“O Rio Grande do Norte perde uma cabeça pensante, um político que marcou época pela coerência na defesa dos seus princípios político-partidários. Tendo sido prefeito de Natal, prefeito de Parnamirim, senador da república e deputado estadual, que muito nos orgulhou”.

José Dias (PSD)
“A contribuição de Agnelo Alves foi extremamente valiosa ao jornalismo e à política do Rio Grande do Norte. Senador operante, foi prefeito de Natal e Parnamirim, transformando a administração pública da cidade. A voz de Agnelo era de equilíbrio na Assembleia Legislativa. Nós deputados vamos sentir falta dos seus conselhos e posições. Sua morte diminui a vida política do RN”.

Kelps Lima (SDD)
"Agnelo teve uma vida de vitórias. Sua partida só deixa perdas, para a família, para os amigos e para a política do Estado. Que descanse em paz meu amigo Agnelo Alves".

Márcia Maia (PSB)
“Nosso pesar pela morte de Agnelo Alves. Um homem de profunda inteligência, companheiro de Legislativo e grande inspiração de vida pública. O sentimento é de solidariedade à dor dos familiares, que perderam uma grande referência. Que Deus ofereça serenidade e conforte-os neste momento tão difícil”.

Nélter Queiroz (PMDB)
“Um homem solidário, sério e respeitado. Esse é o legado que deixa o deputado, ex-senador e ex-prefeito Agnelo Alves para o Rio Grande do Norte”.

Raimundo Fernandes (PROS)
“Companheiro de Assembleia, Agnelo foi um exemplo de luta em prol da democracia do nosso estado e país. A sua liderança como homem público está espelhada nos mais variados cargos que exerceu. O Rio Grande do Norte perde uma de suas mais importantes figuras públicas, que deixou um legado de trabalho e conquistas para o povo do nosso estado. Deixo meus mais sinceros votos de pesar para os familiares e amigos”.

Ricardo Motta (PROS)
“Agnelo foi conselheiro, agasalhando momentos de tensão e incerteza com a sua presença amena, sua visão privilegiada e sua inteligência racional e certeira. Foi um parlamentar atuante, madrugador, de compromisso, primeiro a chegar, o último a sair da Casa do Povo e fortaleza de vida a cada sessão, desafiando os problemas de saúde em nome da fé no Rio Grande do Norte melhor”.

Souza Neto (PHS)
"Agnelo deixa, em mim, a lembrança da inteligência sóbria, sem afetação ou soberba. Na curta convivência com ele na Assembleia Legislativa, identifiquei o respeito e a reverência que todos manifestavam à sua presença e biografia. Deixa saudades e o patrimônio dos bons exemplos".

Tomba Farias (PSB)
“Jornalista, cronista, ex-prefeito e deputado estadual, Agnelo era muito mais do que tudo isso. Um homem que ousava sonhar e acreditar ser possível construir um estado mais justo e próspero para todos os norte-riograndenses. Agnelo morre da mesma forma que viveu: combatendo o bom combate e perseverando na fé. Aos seus familiares, externo o meu mais profundo pesar”.