sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Governador, senadora e deputados visitam obras da transposição do rio São Francisco

Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte | Assessoria de Imprensa
Este e-mail não está abrindo corretamente?
Veja no seu navegador.

Comitiva acompanha inauguração da 1ª etapa da transposição do São Francisco

Crédito da foto: Assessoria de Comunicação

Uma comitiva da Assembleia Legislativa formada pelos deputados estaduais Galeno Torquato (PSD), Fernando Mineiro (PT) e Carlos Augusto Maia (PTdoB) acompanhou, nesta sexta-feira (21), a inauguração da estação de bombeamento do Eixo Norte do Rio São Francisco, correspondente à 1ª etapa da obra, no município de Cabrobó, Sertão pernambucano. Acompanhados pelo governador Robinson Faria (PSD), os parlamentares comemoraram a finalização de parte da obra, que contou com a presença da presidente Dilma Rousseff.

Acompanhados do governador Robinson Faria (PSD), os deputados atenderam ao convite do ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, que fez o convite aos parlamentares durante reunião de representantes da Frente Parlamentar da Seca com o auxiliar da presidente Dilma Rousseff, em Brasília.

"A conclusão obra de transposição do São Francisco irá beneficiar quase 50 milhões de nordestinos que hoje sofrem com a falta d'água e as dificuldades ocasionadas pela pela seca prolongada. O Rio Grande do Norte será beneficiado com essa obra, com a colaboração do fortalecimento da economia na zona rural, e também dando condições mais dignas para o povo do sertão potiguar", disse o presidente da Frente Parlamentar da Água na Assembleia do RN, Galeno Torquato.

Nessa primeira etapa, a água seguirá em um canal por 7 km até o reservatório de Tucutú e 45,9 km até o segundo reservatório, de Terra Nova, localizados em Cabrobó. O investimento neste trecho foi de R$ 625,09 milhões. A previsão é que o reservatório de Tucutú esteja cheio em 39 dias. Após esta etapa, serão necessários mais 18 dias para encher o reservatório Terra Nova.

“Hoje vivo um momento histórico, sonhado há mais de um século: a inauguração da primeira Estação de Bombeamento das águas do São Francisco. O Governo Federal tem demonstrado o compromisso com a questão e o povo tem a esperança de dias melhores nas áreas em que a estiagem dura anos”, disse Mineiro, líder do Governo no Legislativo estadual.

Na Assembleia, o tema de estiagem segue em evidência e já foi alvo de discussões durante as sessões, audiências públicas e no debate constante da Frente Parlamentar da Água. Para o deputado Carlos Augusto Maia, os deputados têm dado a devida importância ao tema.

"A Assembleia Legislativa tem atuado para levantar a discussão sobre formas de amenizar o sofrimento das pessoas que moram em áreas de seca e cobrado providências constantemente. A inauguração dessa obra é um sonho para todos e estamos felizes com essa boa notícia", disse Carlos Augusto Maia.

A comitiva potiguar contou ainda com as presenças da Senadora Fátima Bezerra (PT), do desembargador Expedito Ferreira de Souza e dos secretários de Estado Hudson Pereira de Brito (Articulação Política) e Mairton França (Meio Ambiente e Recursos Hídricos).

Transposição

O Projeto de Integração do Rio São Francisco deve garantir a segurança hídrica de R$ 12 milhões de pessoas, em 390 municípios nos Estados de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte. A obra, organizada em dois eixos de transferência, Norte e Leste, estava orçada inicialmente em R$ 4.5 bilhões e deveria ficar pronta em 2014. Mas, com o adiamento da obra, um novo prazo foi estipulado e o valor foi elevado para cerca de R$ 8,2 bilhões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário