quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Bagunceiro não recorreu.

Defesa de Guilherme não recorreu

A defesa de Guilherme Mendes de Faria, acusado de agredir o médico Antônio Andrade, na unidade de saúde do município de Tibau do Sul, a 80 quilômetros de Natal, não entrou com recursos até o momento. De acordo com o advogado Flaviano Gama, que acompanha o caso, apenas orientações relacionadas ao comportamento foram passadas ao administrador de empresas. A agressão ao médico de 65 anos ocorreu na última sexta-feira (4).

Guilherme Mendes de Faria está impedido de sair do país por decisão assinada pela juíza Juliana Cartaxo Fernandes. Ele deve se apresentar mensalmente à Justiça, além de só poder se ausentar da comarca de residência, sem necessidade de autorização judicial, por até sete dias. Caso as medidas sejam descumpridas, a Justiça poderá decretar a prisão preventiva de Guilherme.

O Ministério Público do Rio Grande do Norte entrou com representação pedindo medidas cautelares contra Guilherme após ter recebido a informação de que ele estaria de viagem marcada para o Canadá.[Tribuna do Norte Leia mais]



--
Postado por AssessoRN - Jornalista Bosco Araújo no AssessoRN.com em 12/10/2015 07:18:00 PM

Nenhum comentário:

Postar um comentário