quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Netão é o líder de peso que desponta na disputa do CONACAN.

Notícias de Candelária (2)

Em março vindouro, haverá  a "eleição" para a composição da Comissão Eleitoral do CONACAN e, até dia 23, a luta dos candidatos à presidência  será grande. E a luta começou. Há três chapas disputando: Filhos de Candelária, liderados por jovens do bairro; Movimento Reviver Candelária, de Marcus Vinicius, também com muitos jovens, e - a grande surpresa de hoje - Grupo Transparência, liderado por Netão, do Bar de Neto, situado no Conacan. Netão é o novo nome que surge para encabeçar a sua chapa, cujo "eleitorado" gravita no seu estabelecimento há mais de 15 anos. Na noite de hoje, correu a notícia de que Netão e Marcus Vinicius se reuniram e conversaram muito, tendo Netão dito que não desistirá de ser o cabeça da chapa, caso se solidifique a aliança com o pessoal do Movimento Reviver. Se o Reviver não aceitar a imposição de Neto, assessorado pelo ex-padre Manoel Barbosa Lucena, então se caracterizará a cisão, favorecendo os Filhos de Candelária. E agora, José? Júnior, micro-empresário, seria o candidato de quem para comandar o CONACAN? Júnior tem apoio do grupo mas é estreante na política comunitária. O futuro é uma incógnita.
Marcus Vinicius vai continuar a luta, mas não divulga os próximos passos de sua campanha. "Quero o apoio de todos os homens de bem de Candelária", disse.



As mães e pais de todos os níveis sociais e religiosos devem ser convocados para participarem da campanha eleitoral do CONACAN, há quase 9 anos dirigido por Victor Vale.
------------------------
Hoje, 01.03.2017 , continuam duas chapas: Reviver Candelária, ainda aliada ao grupo Transparência, de João Neto Filho (não houve racha) e Filhos de Candelária.
Poderá acontecer cisões? Pode. Na política tudo é possível.
Já há vários "cabos eleitorais" pedindo votos antes do tempo. Há candidatos que não divulgaram a disposição de disputarem. Vamos aguardar .


5 comentários:

  1. Leonardo, que se identificou como da chapa Filhos de Candelária, enviou mensagem de áudio na qual afirma que o seu grupo não tem nenhuma ligação com ex-presidente ou vice-presidente do CONACAN nem a partido político.

    ResponderExcluir
  2. Acrescentou que é um grupo independente, uma frente que luta por melhorias de Candelária e não um grupo de político nenhum.

    ResponderExcluir
  3. Falando com o candidato Marcos Vinicius, Victor Vale disse que não disputa nada, que os eleitores do CONACAN são todos os cadastrados, residente no conjunto Candelária nas 2.140 casas e 77 ruas, oriundos do Inocoop, Cohabipe, Cohaninps e e Reis Magos, cooperativas habitacionais criadas nos anos 70. E que não pretende prejudicar ninguém, após desmentir que moradores da "Pororoca" não pertencem ao conjunto Candelária e não podem votar nas eleições para a diretoria do CONACAN. O áudio das de
    declarações de Vitor Vale está com Marcos, no zape.

    ResponderExcluir
  4. Prezado blogueiro Luiz Gonzaga,

    Os "Filhos de Candelária", grupo independente e desvinculado de qualquer apoio politico-partidário, vem, respeitosamente, informar-lhe da INEXISTÊNCIA da posição de liderança do grupo atribuída ao Major PM Nilo Caldas, como curiosamente observa este singular blogueiro em seu post.

    Como é de conhecimento da maioria dos moradores do Conjunto Habitacional Candelária, que maciçamente vem unindo força ao grupo, os "Filhos de Candelária" é formado em sua totalidade por "moradores natos" do bairro, que estão preocupados com o descaso do Poder Público para com a nossa comunidade, e principalmente, nunca exerceram qualquer função administrativa perante conselho e/ou associação vinculado ao Conjunto, nem tampouco firmaram qualquer relação cível com os mesmos, seja de natureza locatícia, de prestação de serviço, dentre outras obrigações.

    Dessa forma, caro Blogueiro, e ante os fatos supracitados e de fácil compreensão que esclarecem com exatidão a real formação do grupo, é que pugnam os membros do grupo "Filhos de Candelária" pela retificação do post realizado no blog ( http://candelariaeasuarealidade.blogspot.com.br/2017/02/noticias-de-candelaria-2-em-marco.html?m=1), no prazo de 24 (vinte e quatro) horas, como determina o art. 31, inciso I, da Lei nº 5.250, de 09.02.1967, para excluir a informação de que o Major PM Nilo Caldas exerce a posição de liderança perante o grupo, sob pena de serem tomadas as medidas judiciais cabíveis, como auroriza o art.32 da mencionada Lei.

    Cordialmente,

    Os "Filhos de Candelária"

    ResponderExcluir
  5. A chapa em formação "Filhos de Candelária" assegura. através do texto acima, que o Major PM Nilo Caldas, não exerce posição de liderança perante o grupo que concorrerá ao pleito para a direção do CONACAN.

    ResponderExcluir