quinta-feira, 16 de março de 2017

Agência da ONU propõe parcerias à UFRN

Wilson Galvão – ASCOM – Reitoria/UFRN

Fotos: Cícero Oliveira

Uma série de parcerias e colaborações entre o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPAR) da ONU e a UFRN foi o tema principal da reunião entre a reitora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Angela Maria Paiva Cruz, e o representante no Brasil do Órgão, Jaime Nadal. Acompanhado do deputado federal Rafael Motta, o gestor da UNFPAR expôs as áreas de atuação da agência da ONU e elencou que um dos focos principais atualmente é a qualificação na produção farmacêutica e a melhoria dos serviços de saúde. Segundo ele, ações neste sentido viabilizam os objetivos da agência, dentre os quais a redução em 75% na taxa de mortalidade materna até 2015, redução da mortalidade de crianças menores de um ano e a redução na taxa de infecção por HIV.

Esses objetivos são alguns dos definidos no Programa de Ação aprovado na Conferência Internacional sobre População e Desenvolvimento (CIPD), realizada no Cairo, Egito, em 1994, documento que guia as ações da Agência. Durante a CIPD, 179 Estados-Membros da ONU, dentre os quais o Brasil, acordaram que a igualdade de gênero e o atendimento às necessidades em educação e saúde, incluindo saúde reprodutiva, são pré-requisitos para se alcançar o desenvolvimento sustentável a longo prazo.

A reitora citou que a universidade pode contribuir através do Núcleo de Pesquisa em Alimentos e Medicamentos (Nuplam), dos estudos e pesquisas na área de demografia e o Instituto Medicina Tropical, dentre outras áreas transversais. Salientando que há a necessidade apenas de observar o melhor instrumento para efetivar a colaboração, ela destacou que a UFRN tem interesse e condições de operacionalizar a parceria.

O Fundo de População das Nações Unidas é a agência de desenvolvimento internacional da ONU que trata de questões populacionais, está presente em mais de 150 países e tem representantes em 65 nações. O UNFPA trabalha para acelerar o acesso universal à saúde sexual e reprodutiva, incluindo o planejamento familiar voluntário e a maternidade segura, e busca a efetivação dos direitos e oportunidades para as pessoas jovens.

A equipe da agência e do deputado Rafael Motta vão conhecer as instalações do Nuplam nesta sexta-feira, 17. A ideia é que, independente da formalização do acordo de colaboração, o Núcleo participe do workshop que a agência promove neste primeiro semestre em Brasília, com a participação da Organização Mundial de Saúde, para a qualificação de laboratórios oficiais para fornecimento de medicamentos à ONU.
Visualizar foto na mensagem
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário