sexta-feira, 5 de maio de 2017

Salão Paroquial do vigário Pe. Júlio servirá de politicagem, segundo líder da chapa 3.


04.05.2017
23:49 (Há 8 horas)

Faltando apenas 2 dias para eleições do CONACAN, padre Júlio Cesar escancara a paróquia desesperado para mostrar um projeto de segurança do seu candidato apadrinhado Andriere Henrique Chapa 2.
Até ontem, o vigário de Candelária estava calado, na surdina, atuando nos bastidores e se reunindo com os garotos do Segue-me, mas ontem apresentou a sua outra face: provocar os adversários da campanha da chapa fantasminha, como ficou conhecida por não aparecer nem fazer campanha. No entanto, no dia 1º de maio, os "filhos do padre" fizeram uma carreata e buzinaço com 21 carros, nas principais ruas de Candelária (conjunto), sem pisarem nas calçadas. Até hoje, 5, eles só fizeram propaganda sonora, divulgando mensagens e seus propósitos ( se é que tem). Na noite de ontem, fizeram reuniões fechadas, como a realizada na casa da artesã Nazaré e Fátima, na rua Raposo Câmara.
O projeto "Vizinhança Solidária" , como ideia, foi copiado de iniciativas testadas no passado, no CONACAN, em parceria com a Polícia Militar. Uma diferença: a reunião de hoje, no Salão Paroquial, será com o major Correia Lima.

Padre Júlio César, ao se envolver na campanha para a presidência do Conselho de Moradores do conjunto Candelária, envolve, também,a imagem da Igreja Católica, discriminando os cristãos não católicos. Ou será que o padre Júlio virou um "cesare"?